O Anti-Cristo!

Postando minhas idéias e opiniões sobre a vida, a arte, e sobre o que mais der vontade!

Minha foto
Nome:
Local: Praia Seca, Rio de Janeiro, Brazil

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Uma máquina extraordinária

Existem questões na vida que nunca serão respondidas, assim como um cego de nascimento nunca saberá o que é a luz, nós nunca saberemos o que é a alma, nem se ela realmente existe. Depois de morrer duas vezes descobri que não existe vida após a morte, pois nada ví, nem senti nos meus momentos de cova. E se a alma existe, eu não tenho.

A alma pertencia a todos em comum até o orgulho dos homens definir que somente a temos e os outros seres vivos não. Mas se Deus deu aos animais os mesmos órgãos e sentimentos que nós, se eles conseguem construir, organizar e comunicarem-se por que não têm alma como nós? Seriam eles de uma natureza diferente? Criados por um outro Deus?

As plantas, quando cortadas, crescem novamente, teriam elas mais alma que nós? Não acho possível, logo isso não passa de uma prova que Deus quis nos dar do seu imenso poder. Ou se esses seres não são dotados da mesma capacidade dos homens de pensar eles têm uma alma inferior a nossa, pois pensar é a essência de sua alma inexistente, logo a alma de um idiota é diferente da de Platão.

Talvez só eu não tenha alma, mas se meus pais têm alma eles jamais gerariam outro ser desalmado, logo se uma criança nasce sem uma perna, na verdade ela a tem já que seus pais também a tinham. A alma é como um relógio que Deus nos concedeu para dirigirmos, porém não nos explicou a maquinaria de que o relógio se compõe. Deus não passa de uma invenção do homem que nem ele mesmo consegue explicar ou entender e que eu não consigo acreditar. E a alma também foi uma das invenções dos homens através do pensamento da anterior criação, talvez para provar sem provas o que não tem prova, é coisa da fé, e eu como um desalmado, não posso ter fé.

1 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

kra se tu tuva morto como ia sentir ou ver algo?????????
acho que além de alma vc não tem calebro

4 de maio de 2008 22:08  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial